Configurar ponto de interrogação em notebooks usando Linux (no console)

edit: Desculpem, fiz caca. Ali onde escrevo o código que deve ir dentro do arquivo, ficou faltando um sinal de igual. (30/11/2008)

edit: Mais uma correção. Um amigo reclamou que Ctrl+Q no rtorrent deixou de funcionar e achou a solução. Este é o blog dele: Avallon.

Em alguns notebooks mais recentes, não existe mais uma tecla com barra e ponto de interrogação. Esses caracteres agora ocupam um lugar ao lado do Q e do W, assim como alguns outros caracteres ocupam teclas ao redor dessas.

Vou descrever aqui como configurar essas duas teclas, mas a idéia para as outras é a mesma.

Primeiro, temos que descobrir o código das teclas que vamos modificar. Rode o seguinte comando num terminal:
showkey
Não precisa ser como root, mas se rodá-lo dentro do X, pode haver problemas. Você terá algo como:
keycode 16 pressed
keycode 16 released
keycode 17 pressed
keycode 17 released

Esses são os códigos das teclas q (16) e w (17) no meu teclado. No seu provavelmente são os mesmos.

Agora, use o mapa de teclado que estiver acostumado (no meu caso, br-abnt2) para servir como base. Eu preferi copiar o antigo para ficar com dois arquivos, mas você pode simplesmente editar o anterior.

Copie o mapa para um diretório qualquer:
cp /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/[mapa].map.gz ~/tmp
Descompacte-o:
gzip -d [mapa].map.gz
Edite-o com seu editor preferido (que com certeza é o vim):
vim [mapa].map
E adicione as seguintes linhas ao final do arquivo:
altgr keycode 16 = slash
altgr keycode 17 = question

Agora, recompacte-o:
gzip [mapa].map
E mande-o de volta ao diretório dos mapas dos teclados:
# mv [mapa].map.gz /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/[mapa]-note.map.gz

E mude os arquivos de configuração da sua distro para usá-lo.

Se quiser testá-lo, rode:
loadkeys -u -q [mapa]-note # se seu sistema for UTF-8
loadkeys -q [mapa]-note # se não for

Anúncios

5 Respostas para “Configurar ponto de interrogação em notebooks usando Linux (no console)

  1. Bruno setembro 1, 2010 às 10:58 am

    E a solucao do control Q no rtorrent foi…?

    Tentei a sua dica mas veja so:

    # showkey
    kb mode was XLATE

    press any key (program terminates 10s after last keypress)…
    q#

    ou seja ele nao detecta o q

    alguma dica?

  2. _andre setembro 1, 2010 às 9:01 pm

    Da forma como está no artigo, o teclado e o Ctrl+q no rtorrent já deveriam estar funcionando. Não sei qual pode ser o problema.

  3. Bruno setembro 2, 2010 às 8:17 am

    Pois é, não funciona. No site do rtorrent diz para usar
    stty start undef
    stty stop undef
    ou apertar Control A seguido de F ate aparecer -flow no titulo da janela. Fiz ambos também sem sucesso

    Por que será que inventaram ser control alguma coisa, por que não usar as teclas comuns no rtorrent? SDS!!!

  4. estevaodrdias março 22, 2012 às 8:59 pm

    Pra quem usa o centOS 6 a receita de bolo poderia ser

    cat /etc/sysconfig/keyboard
    KEYTABLE=”br-abnt2″
    MODEL=”abnt2″
    LAYOUT=”br”
    KEYBOARDTYPE=”pc”

    Agora sabemos que devemos alterar o arquivo br-abnt2.map.gz então

    zcat /lib/kbd/keymaps/i386/qwerty/br-abnt2.map.gz /tmp/br-abnt2.map.gz
    vi /tmp/br-abnt2.map

    E depois de editar (seria i, andar até a linha com as setas adicionar o texto e depois [esc], :wq [enter])

    gzip /tmp/br-abnt2.map
    mv /tmp/br-abnt2.map /lib/kbd/keymaps/i386/qwerty/br-abnt2.map.gz /tmp/br-abnt2.map.gz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: