Japonês no Linux, né?

02/07/2008: peço desculpas aos que tentaram seguir as instruções aqui e não conseguiram. Em um dos passos estava faltando um “>” por eu ter digitado > e não usado o código HTML.

26/07/2008: nocamente peço desculpas, após uma reinstalação do sistema, percebi que é necessário instalar o scim para que funcione.

Há algum tempo me veio a idéia de aprender japonês, pela internet, é claro. Aqui vão algumas dicas para resolver problemas que você pode encontrar:

1. Se na instalação da sua distro for permitido escolher o encoding, use UTF-8. Eu particularmente uso en_US.UTF-8 no meu Arch (não uso pt_BR.UTF-8 pois as traduções para português são simplesmente patheticas*). Isso permite que você veja sites com caracteres japonêses.

2. Se você quiser escrever em japonês no computador, além de visualizar os sites, você terá que instalar um software específico. Existem outros, mas o que eu mais gosto e o que eu menos tive problemas é a combinação Anthy + UIM.

Atenção: o próximo passo só serve para o ArchLinux. O restante poderá ser feito em outras distros.

pacman -S scim scim-anthy anthy uim

Esse passo varia dependendo de onde sua distro instalou os pacotes, mas é bem provável que seja o mesmo:

gtk-query-immodules-2.0 /usr/lib/gtk-2.0/2.10.0/immodules/im-uim.so
 > ~/.immodule

Agora, como usuário comum, verifique se existe o arquivo ~/.xprofile . Se não existir, crie-o com o seguinte conteúdo:

export GTK_IM_MODULE='uim'
export GTK_IM_MODULE_FILE=~/.immodules
export QT_IM_MODULE='uim'
uim-xim &
export XMODIFIERS=@im='uim'
uim-toolbar-gtk-systray &

Agora, a configuração do uim:

uim-pref-gtk

Aparecerá um erro avisando que ele não achou uma biblioteca chamada m17n ou coisa do tipo. Mesmo assim ele abrirá um janela com a configuração. A única mudança que eu fiz foi marcar “Specify default IM” e selecionar “Anthy” em “Global settings” e em “Toolbar” eu desmarquei todos os itens da parte de baixo.

Salve tudo e reinicie o X (<Control><Alt><Backspace>).

Aparecerá um X no seu System Tray. Quando você clicar em algum campo de texto ele expandirá para três botões (ou mais, dependendo das opções que você escolheu).

Se você não alterou as teclas de atalho, poderá usar <Shift><Space> para trocar entre os modos de entrada, direto ou Hiragana. Enquanto estiver no modo Hiragana, <Space> transforma o que você escreveu em Kanji ou Katakana. Quando terminar, digite <Enter> e <Shift><Space> para voltar ao modo normal.

Por enquanto só esou tendo problemas com o OpenOffice, falta de fonte, eu acho. Quando resolver eu posto aqui a solução.

またあした

PS: Sim, pathetico com th, porque fica mais chique.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: